0
0
0
s2smodern
Anúncio veio depois do fracasso das negociações entre governo e oposição na República Dominicana; líderes oposicionistas, ao contrário dos governistas, se recusaram a assinar pacto
 
O Conselho Nacional Eleitoral (CNE) da Venezuela marcou a data das eleições presidenciais deste ano no país: 22 de abril. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (07/02) pela presidente do órgão, Tibisay Lucena.

"As diferenças democráticas são diluídas através do voto, de maneira eficiente, transparente equilibrada, em que se expressa a voz absoluta e soberana do povo, que será quem definirá nossos futuros", disse.

A líder do CNE também divulgou as datas "mais importantes" do processo eleitoral venezuelano. Quem quiser se candidatar pode fazer a inscrição pela internet (entre 24 e 26 de fevereiro) ou perante à junta nacional (26 e 27 de fevereiro).


Venezuelanos irão às urnas em 22 de abril para escolher presidente

A admissão e a resolução de impugnações de registro serão feitas entre 25 e 27 de fevereiro; a auditoria do registro no dia 26 de fevereiro, e a divulgação definitiva das candidaturas será publicada no dia 5 de março. A campanha eleitoral será realizada entre os dias 2 e 19 de abril.

"Teremos 15 auditorias e, como sempre, todas as garantias para uma eleição transparente e confiável para que os venezuelanos exerçam sua soberania e expressem sua vontade", acrescentou Lucena.

A eleição estava prevista para dezembro, mas a Assembleia Nacional Constituinte (ANC) decidiu antecipá-la. Os principais partidos de oposição ao governo de Nicolás Maduro, entre eles o Ação Democrática e o Primeiro Justiça, confirmaram que vão participar do pleito.

O anúncio veio depois do fracasso das negociações entre governo e oposição, que se realizavam na República Dominicana. Os líderes oposicionistas, ao contrário dos governistas, se recusaram a assinar o pacto, mediado pelo ex-presidente de Governo da Espanha José Luis Zapatero.

Fonte: Ópera Mundi

Comments fornecido por CComment