Tramita no Supremo Tribunal Federal o Mandado de Segurança n. 25.855, movido pela Fenasps contra o Acórdão do Tribunal de Contas da União (TCU), datado de 2004, que proíbe a celebração de convênios entre órgãos e entidades da Administração Federal com a Geap, à exceção do Ministério da Previdência Social, do Ministério da Saúde e do INSS, que são os patrocinadores originais da Fundação. O Mandado de Segurança da Fenasps defende a manutenção de todos os convênios existentes e que a Geap possa firmar novos convênios, desde que sejam com servidores públicos federais.
Para auxiliar e sensibilizar os ministros do Supremo Tribunal Federal e evitar uma decisão que inviabiliza a manutenção da Geap, a Fenasps está recolhendo assinaturas em todo o país. O Sindprevs/SC também participará dessa campanha e solicita aos Diretores de Base que auxiliem na coleta das assinaturas nos locais de trabalho. As folhas preenchidas devem ser enviadas para o Sindicato pelo correio para que sejam repassadas para a Fenasps.

O julgamento foi suspenso no dia 24 de novembro devido ao pedido de vistas do presidente do STF, o Ministro Carlos Peluso, sendo interrompida a votação quando havia quatro votos contra a Geap e três favoráveis à Fundação. O julgamento pode prosseguir a qualquer momento, faltando o voto de quatro ministros.

A Fenasps está mobilizando os servidores para que a justiça prevaleça e não sejam colocadas em risco as mais de 250 mil vidas que contam com a Geap.