Servidores públicos municipais, estaduais e federais realizam Assembleia Unificada no próximo dia 04, em defesa do serviço público, das empresas estatais e da classe trabalhadora

Entidades do movimento sindical de servidores públicos convocam suas categorias e a população em geral para discutir os rumos dos serviços públicos no Brasil, considerando as três Propostas de Emenda à Constituição (PECs), encaminhadas pelo Governo Bolsonaro (sem partido) ao Congresso Nacional em novembro. As PECs 186, 187 e 188 fazem parte do Plano Mais Brasil que atua para o desmonte do Estado e de políticas sociais que atenuam as condições de vida de milhões de brasileiros.

O impacto das medidas corroboram a política já apontada pelo atual Governo, que visa reduzir direitos trabalhistas e sociais, achatar o número de servidores públicos e desmontar a estrutura da Previdência Social pública. O conteúdo das PECs protege e amplia o esquema da dívida pública, aprofundando a dependência do Estado ao sistema financeiro. Para manter esses ciclo, prevê a redução de gastos públicos, já previsto pela Emenda Constitucional 95, com cortes orçamentários até mesmo em áreas essenciais como a saúde e a educação. Novos concursos não estão na pauta governamental e a estabilidade dos servidores está na mira do patrão Bolsonaro.

A Assembleia Unificada acontece no dia 04 de dezembro de 2019, na Praça Tancredo Neves, no centro de Florianópolis, com primeira chamada às 13h30. Somar forças é fundamental para enfrentar o ciclo de pressão do capitalismo contra a classe trabalhadora e a agenda do Governo que reforça a ação mínima do Estado na defesa dos recursos naturais brasileiros e dos direitos sociais e trabalhistas.

Veja aqui a Carta aberta sobre as PECs de Bolsonaro.

Comments powered by CComment