Diante da pandemia do novo Coronavírus (COVID-19), a Direção do Sindprevs/SC, em reunião realizada hoje (16), tomou uma série de medidas, indo ao encontro do que tem sido orientado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), demais órgãos de saúde nacionais e decretos governamentais. Para que não haja aglomerações de pessoas e como medida de prevenção, decidiu-se por cancelar a Plenária Sindical Base e a Assembleia Estadual Geral, convocadas para os dias 26 e 27 de março, respectivamente.

18M: A Direção do Sindprevs/SC entende que não pode ser irresponsável diante desta pandemia do Coronavírus.

No dia 18, paralise suas atividades e fique em casa!

O Sindprevs/SC orienta que em 18 de março, Dia Nacional de Lutas, os trabalhadores da Anvisa, Ministério da Saúde, INSS e Receita Federal do Brasil paralisem suas atividades e fiquem em casa, sem participação em protestos ou atividades que reúnam grande número de pessoas.

A paralisação será um protesto para pressionar o Governo Federal a ouvir as demandas da categoria e, mais do que nunca, para que haja condições de trabalho, segurança e proteção nos locais de trabalho, principalmente para os servidores que atendem ao público e como forma de preservar a saúde dos trabalhadores e dos usuários diante da situação.

O Sindicato também estará cobrando medidas de segurança junto à administração da Anvisa, do INSS, do Ministério da Saúde e da Receita Federal do Brasil, assim como a Fenasps já o fez em nível nacional.

Um presidente irresponsável

Não podemos ser irresponsáveis como o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que, além de atacar serviços públicos essenciais e os servidores, saiu às ruas no domingo para cumprimentar participantes do ato fascista que pedia a volta da Ditadura Militar e o fechamento do Congresso Nacional. Bolsonaro ignorou o fato de sua comitiva, que voltou dos Estados Unidos, já ter 11 pessoas infectadas pelo Coronavírus.

Enquanto o presidente diz na mídia que o “Coronavírus não é isso tudo o que dizem”, nós não podemos, como agentes disseminadores de opinião, deixar de tomar as medidas necessárias para evitar ao máximo que este vírus se propague no Brasil, a exemplo do que já aconteceu em outros países. Precisamos agir seguindo todas as normas de segurança e precaução.

Pedimos mais uma vez que no dia 18 de março nossa categoria se some as demais e paralise as atividades, exigindo medidas de segurança para os servidores e toda a população, com urgência, antes que o caos seja maior.

Funcionamento do Sindprevs/SC

Em virtude dos acontecimentos, o Sindprevs/SC tomou a decisão de não manter o atendimento presencial na sede da entidade, a partir da quinta-feira, 19 de março, por tempo indeterminado. A diretoria do sindicato pede que as urgências sejam tratadas por telefone ou e-mail (veja os contatos abaixo). Não venha ao Sindprevs/SC!

O sindicato funcionará em turno único, em atividade interna, das 13h às 18h, em regime de revezamento de funcionários e diretores. Estão dispensados de vir ao trabalho aqueles que façam parte de grupos de risco como pessoas acima de 60 anos, asmáticos e outros.

Entre as medidas, a direção criou um comitê para acompanhar a situação. Na quinta-feira (19), este grupo se reunirá novamente para avaliar o cenário, o que pode acarretar em novas mudanças no funcionamento da sede.

Contato: 48 3224-7899

Diretoria: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Jurídico: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Financeiro: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Fechamento do camping

No camping, está suspensa a entrada de convidados e foi cancelada a prorrogação da temporada. Portanto, pedimos os campistas que retirem seus pertences o mais breve possível.