Em nota, a entidade critica indiferença do governo federal diante da crise do covid-19 e orienta paralisação no INSS a partir de 24 de março

Demonstrando total indiferença com a gravidade que o coronavirus representa na vida da população, os representantes do governo, recusaram todas as propostas apresentadas pelas entidades, e em decisão temerária e irresponsável anunciaram medidas para funcionamento das agências do INSS em regime de plantão, para atender ou prestar explicações para as pessoas que não conseguirem acessar os canais remotos, os canais de atendimento, 135 e meu INSS, ou seja, a maioria do povo brasileiro.

Estas medidas demonstra mais uma vez, que estes gestores estão vivendo em uma bolha, longe da realidade concreta do País e do mundo. Ao que parece estas pessoas não tem nenhuma responsabilidade com o combate a esta pandemia. Pois o caos que se encontra o INSS governo tem condições técnicas suficientes para garantir os direitos dos segurados.

O mesmo governo que anuncia benesses no valor de 147 BILHÕES para o empresariado durante a crise, informa que vai pagar R$ 200,00 reais para as pessoas mais em situação de extrema vulnerabilidade que tem direito a receber o BPC, que em 17 de março de 2020, tinham mais de 470 mil pessoas aguardam por mais de 45 dias por essa análise (base de dados do INSS), parte provavelmente, por mais de um ano, para ter o reconhecimento do se direito.

Os(as) trabalhadores(as) no INSS, responsáveis pelo atendimento de milhares de segurados, tem consciência da gravidade do momento e não podem aceitar mais este ataque do governo que é um verdadeiro crime a saúde pública. Além de colocar em risco os próprios trabalhadores da previdência, expõem milhões de pessoas, maioria destes com idades acima de 60 anos, estarão sob intenso risco de contaminação desta pandemia que vem vitimando pessoas em todos os continentes.

O INSS ESTÁ QUERENDO CONCRETIZAR LITERALMENTE UM VERDADEIRO CRIME COM A VIDA DOS (AS) SERVIDORES (AS) E DA POPULAÇÃO!!!

A Federação orienta todos(as) os(as) trabalhadores(as) a se recusarem a prestar qualquer atendimento nas agências enquanto perdurar a pandemia, além da construção da paralisação dos locais de trabalho a partir de 24 de março para cobrar do governo o total cumprimento das reivindicações (www.fenasps.org.br). Além disso, os (as) trabalhadores (as) e sindicatos estaduais devem apresentar denúncia ao Ministério Público Federal e junto aos comitês locais de combate ao coronavirus. Porque as ações do governo, levara a superlotação das Agencias, enquanto as autoridades determinam o afastamento social para evitar uma tragédia maior.

Não aceitaremos a precarização, que certamente vai piorar as condições de trabalho e colocar a vida dos servidores e população em risco. Nossa resposta deve ser a mobilização nos locais de trabalho contra esse absurdo.

O ESTADO TEM O DEVER DE CRIAR INSTRUMENTOS PARA O RECONHECIMENTO DO DIREITO DA POPULAÇÃO!!!

LUTAREMOS NA DEFESA DA VIDA DE TODOS/AS, PARALISAÇÃO TOTAL DAS UNIDADES DO INSS NO DIA 24 DE MARÇO!!!

A FENASPS, CRIOU ABAIXO ASSINADO, COM PROPOSTA DE PROJETO DE LEI PARA GARANTIR Á PROTEÇÃO E ASSEGURAR A VIDA POPULAÇÃO BRASILEIRA!!!

Cliquei aqui para assinar e compartilhar ASSINEM E COMPATILHEM NO LINK ABAIXO
                

Comments fornecido por CComment