Historicamente conquistada pela luta organizada da classe trabalhadora, hoje a previdência social é um dos principais alvos da ganância capitalista. No Brasil, a tônica das últimas décadas tem sido de frontal ataque aos direitos adquiridos da previdência social. Governo após governo, foram aprovadas, sempre sob justificativa da lógica liberal de austeridade, contrarreformas previdenciárias que abriram campo para o assalto desse fundo de salário dos trabalhadores.

Com a intensificação da crise capitalista essa rodada de ataques não se abrandou. Pelo contrário, a pressão dos grandes capitalistas do setor financeiro continua o tensionamento pela completa privatização da previdência social.

A superação dessa tendência de destruição das relações trabalhistas e da previdência passa necessariamente pela organização revolucionária dos trabalhadores.

Para debater a previdência social e delinear as perspectivas para a organização revolucionária dos trabalhadores brasileiros, faremos uma conversa com Luiz Fernando Silva, advogado, Assessor jurídico sindical e membro da Comissão especial de Direito Previdenciário da OAB, e com Luciano Wolffenbüttel Veras, diretor do Sindprevs/SC e da Fenasps.

O debate será nesta quinta, às 19h, na página do Facebook e também no canal do YouTube.

Todos e todas convidados!

https://www.facebook.com/101232368281898/posts/150723883332746/

#fiqueemcasa

#nenhumdireitoamenos

Comments fornecido por CComment