No final da tarde de sexta-feira, 21 de agosto, o INSS informou em seu site oficial que a reabertura das Agências da Previdência Social foi prorrogada para o dia 14 de setembro. Segundo a autarquia, a confirmação oficial constará em Portaria Conjunta a ser publicada nesta segunda-feira, 24.

Ainda segundo o INSS, haverá uma reabertura “gradual e segura”, considerando as especificidades das APSs, como o perfil do quadro de servidores, o volume de atendimentos realizados, a organização do espaço físico e medidas de limpeza.

APS não devem reabrir sem controle da pandemia

Para a Fenasps, entretanto, as APSs devem reabrir somente após o controle da pandemia, que registrou nesta semana a trágica marca de 112 mil óbitos e mais de 3,5 milhões de contaminados.

A Federação ressalta que em algumas unidades do INSS há gestores convocando os servidores a comparecer nas agências a partir desta segunda-feira, 24 de agosto, uma temeridade e um risco a todos, trabalhadores(as) e segurados(as).

Em ofício protocolado dia 21, a Fenasps argumentou que grande parte da categoria está no grupo de risco – cerca de 65% da categoria, segundo apontam dados oficiais – de contágio da Covid-19. Portanto, é imprescindível que sejam mantidas as atividades pelos meios remotos com atendimento digital e servidores(as) em home office emergencial.

Por fim, a Federação reivindicou que, a exemplo de outros órgãos públicos como Universidades, o Ministério Público e demais setores do Poder Judiciário, o teletrabalho poderia ser prorrogado enquanto não houver um controle efetivo da pandemia.

Veja a íntegra do ofício aqui.

Fonte: Fenasps

Comments fornecido por CComment