Neste 7 de setembro, tradicional dia de luta marcado pelo Grito dos Excluídos, as Fenasps e seus sindicatos filiados, em conjunto com as Centrais Sindicais unificadas, defendem a vida, a democracia, direitos, emprego e renda e manifestam total apoio à campanha que tem como lema “Vida em primeiro lugar: Basta de Miséria, Preconceito e Repressão! Queremos trabalho, terra, teto e participação”.

Organizada pela CNBB, Pastoral Operária, MST, MTST, Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, entre outras entidades e movimentos sociais, a 26º edição do Grito dos Excluídos acontece em meio à pior crise econômica e social da história do país, consequência da descoordenação e incompetência do governo federal frente à pandemia de COVID-19, inação que aumentou a desigualdade e a exclusão.

Em nota, as Centrais Sindicais afirmaram que darão todo apoio à diversidade de ações, virtuais, off line e presenciais-simbólicas que já estão em curso e terão seu ponto alto no dia 7 de setembro.

Ainda na nota, as maiores centrais sindicais do país se comprometem a se somarem nas campanhas de solidariedade junto às comunidades e à população que mais sofre o impacto da pandemia e suas consequências sociais, seja na divulgação das ações, lives, programas de rádio, vídeos, podcast, roteiro de celebração, seja na participação nas atividades e mobilizações virtuais em todo o país.

Para alcançar as bandeiras reivindicatórias dos excluídos e excluídas no Brasil é preciso defender o Fora Bolsonaro, porque o 26º Grito dos Excluídos denuncia e se opõe a tudo que o governo Jair Bolsonaro representa!

A Fenasps e os sindicatos filiados se unem aos militantes deste importante movimento histórico brasileiro e está engajada nesta luta!

Fonte: Fenasps.com informações das Centrais Sindicais

Comments fornecido por CComment