A data recorda o dia em Zumbi dos Palmares foi assassinado, 20 de novembro de 1695. Zumbi foi líder do Quilombo de Palmares, um refúgio dos escravos, e durante sua vida lutou contra a escravidão.

Mais do que nunca, em tempos onde o preconceito racial veio à tona na forma de um governo fascista que instigou o ódio em todo o País, formando uma onda de neofascismo, o Dia da Consciência Negra deve ser lembrado como uma data de protesto e reflexão.

A história brasileira é marcada pelo passado escravista que forjou uma sociedade de exclusão para negros e negras. No entanto, a consciência política da população negra é cada vez maior, impelido a mudanças nas estruturas sociais.

A data também deve ser um momento para relembrar quem lutou contra o racismo e fez da sua história um caminho para as transformações. Honrar essas trajetórias, continuando a luta contra o racismo, é um dever histórico.

Neste 20 de novembro, refletimos sobre as lutas do passado e o quanto ainda é necessário caminhar. Reconhecemos as vitórias dos movimentos que combateram o preconceito e a exclusão e seguimos na luta por políticas antirracistas e por novos marcos sociais e culturais que combatam o racismo!

Núcleo de Gênero e Raça do Sindprevs/SC

Comments fornecido por CComment