Iniciamos 2021 ainda sob o impacto da pandemia de Covid-19. Enfrentamos hoje a pior fase da doença. Chegamos a atingir o número de 3.950 morte em 24h no dia 31 de março. Nesse clima de incertezas e luto, nossa categoria precisa continuar organizada para enfrentar as consequências da crise sanitária que abala o país e que não conta com um Governo que defenda a saúde da população.

Na tarde de 31 de março, o Sindprevs/SC realizou a Assembleia Estadual Geral, em formato online, para deliberar sobre o futuro da entidade sindical. Entre os informes, os diretores da Fenasps fizeram um balanço sobre as ações nacionais que vêm sendo tomadas pelas entidades para garantir o direito à saúde dos servidores, bem como proteger a população.

Na sequência, dando vazão aos pontos debatidos na Plenária Sindical de Base, que aconteceu no mesmo dia, no período da manhã, a Assembleia discutiu a conjuntura nacional e a suspensão das atividades presenciais do Sindprevs/SC em 2021.

Depois do debate, por unanimidade, a Assembleia aprovou a suspensão do Congresso Estadual do Sindprevs/SC até 2022 e prorrogou os mandatos da Diretoria Executiva Colegiada por mais um ano. Também foram prorrogados os mandatos do Representante Estadual de Aposentados e Pensionistas, do Conselho Fiscal, dos Diretores de Base e dos Representantes de Aposentados e Pensionistas da entidade.

Sobre a atual situação administrativa do sindicato, foi apresentado o andamento do processo de compra e venda de imóveis, conforme já aprovado em assembleia anterior. Além disso, os dirigentes sindicais sanaram dúvidas sobre o atendimento aos filiados e sobre o andamento das atividades dos setores jurídico, administrativo e de comunicação da entidade que trabalham em regime de home office para garantir a segurança de diretores, funcionários e filiados ao Sindprevs/SC, evitando aglomerações e convívio social.

É importante destacar que o Sindprevs/SC continua com a campanha para manter as Agências da Previdência Social fechadas para evitar deslocamentos e aglomerações. Também denunciamos o desmantelamento da Anvisa no estado, que conta apenas com dois postos em funcionamento, além do contínuo desmonte do Ministério da Saúde.

O sentimento geral da Assembleia é que precisamos nos manter em unidade para enfrentar esse momento de crise sanitária, com impactos sociais, políticos e econômicos profundos em nosso país. Esperamos que, em breve, a vida sindical possa ser retomada presencialmente e que possamos, juntos, escrever mais um capítulo de nossa história, repleto de lutas e conquistas.

Comments fornecido por CComment