O juiz determinou que o INSS realize a atualização dos valores, mas no dia 3 de junho, o INSS pediu mais 60 dias de prazo para apresentar os novos cálculos.

A direção do Sindprevs/SC pediu uma audiência com o Procurador Chefe da Procuradoria Geral da União, Marcelo da Silva Freitas, para tratar do processo do PCCS dos servidores do INSS, mas ele não aceitou reunir-se com o Sindicato e alegou “ser mais pertinente o seu trato perante o M.M. juízo trabalhista”.

O Sindicato, diante disso, aguardará a apresentação dos valores pelo INSS para posterior providências.