0
0
0
s2smodern

As centrais sindicais reunidas no dia 5 de junho aprovaram a convocação de uma nova Greve Geral para 30 de junho. Este chamado para a classe trabalhadora ir às ruas vem após a realização da maior greve nacional deste século no dia 28 de abril e uma das maiores marchas a Brasília da história, realizada em 24 de maio.

A convocação das centrais vem de encontro  com a deliberação da última Plenária Nacional da Fenasps, realizada em 7 de maio, que prevê a convocação de todos os trabalhadores da base da Federação para aderirem ao calendário de luta construindo a Greve Geral dia 30 de junho.

As centrais sindicais irão colocar força total na mobilização da Greve em defesa dos direitos sociais e trabalhistas, contra as reformas trabalhista e previdenciária, contra a terceirização indiscriminada e pelo Fora Temer e todos os corruptos!

Preparando a Greve Geral, as centrais orientam a realização de atividades no dia 20 de junho, um dia de mobilização nacional pela convocação da Greve Geral. Após a reunião desta segunda, 5, foi definido também que será elaborado um jornal unificado para a ampla mobilização da sociedade.

Calendário:

- 6 a 23 de junho – Convocação de plenárias, assembleias e reuniões, em todo o Brasil, para a construção da Greve Geral;

- 20 de junho, terça-feira – Esquenta Greve Geral com atos e panfletagens das centrais sindicais;

- 30 de junho, sexta-feira – Greve Geral e ocupar as ruas do País.

Fonte: Fenasps