0
0
0
s2smodern

A Bancada Feminina da Assembleia Legislativa de Santa Catarina vai celebrar os 117 anos de nascimento da ex-deputada estadual Antonieta de Barros, a primeira parlamentar mulher de Santa Catarina e a primeira deputada negra eleita no Brasil. As ações tiveram início nesta segunda-feira (2), com a troca da imagem de Antonieta na Galeria Lilás da Alesc, onde estão as fotos de todas as deputadas estaduais de Santa Catarina.

 

Antonieta de Barros nasceu em Florianópolis em 17 de julho de 1901. Considerada uma das maiores professoras de seu tempo, foi eleita deputada estadual em duas ocasiões: em 1934 e em 1946. Foi também escritora e jornalista. Sua trajetória na política, na educação e na literatura a transformaram em uma referência para o movimento negro em todo o país.

 

“Ela era dona de uma inteligência rara, especial. Sempre foi chamada para opinar sobre as questões envolvendo a educação no estado. É uma história maravilhosa, de quem sofreu muito, mas conseguiu deixar a sua marca”, comenta a vice-presidente da Associação de Mulheres Negras Antonieta de Barros (Amab), professora Neli Góes Ribeiro.

 

A iniciativa para a troca da imagem partiu da cineasta Flávia Person, autora de um documentário sobre Antonieta. Para ela, a foto na Galeria Lilás não condizia com a ex-deputada. “A imagem que estamos colocando agora é uma foto original, que foi tratada, e retrata a idade com que ela assumiu uma cadeira na Assembleia”, disse.

 

A presidente da Amab, Sandra Nascimento, considera que a comemoração dos 117 anos de Antonieta é importante para manter vivo o legado da ex-deputada. “As pessoas se esquecem de quem foi Antonieta, de quão importante ela foi e dos caminhos que ela abriu para todos nós”, comenta.

 

Além da troca do retrato, outras ações para marcar o aniversário de Antonieta estão programadas. Na quinta-feira (5), a Amab ocupará a tribuna da Alesc para homenageá-la, a partir das 10 horas.

 

Marcelo Espinoza

Fonte: AGÊNCIA Alesc.sc.og.br