0
0
0
s2smodern

Charge demonstra a quem Paulo Guedes e seus asseclas estão servindo de fato (chargista: Nani)

A Federação dos Sindicatos de Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (FENASPS) repudia veementemente as ilações do ministro da Economia, Paulo Guedes, que em debate na Comissão Especial que discute a contrarreforma da Previdência, nessa quarta-feira, 8 de maio, afirmou que "parte da culpa pelos 'desvios' e pela 'roubalheira' que atingiu o país nos últimos anos é de funcionários públicos". 

É inaceitável que uma autoridade pública proceda de maneira tão desqualificada, fazendo acusações mentirosas contra esta categoria que todos os dias prestam bons serviços à população. A Fenasps, reitera que o ministro de Estado não deve confundir os servidores públicos com seus parceiros de crime, são acusados de provocar prejuízos em mais de um bilhão de reais em fundos de pensão

Vale ressaltar que o referido ministro é investigado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) – por meio do processo TC 006.168/2019-1 – em representação feita pelo Ministério Público Federal, por suspeita de fraude na captação e aplicação de ativos de sete fundos de pensão (FUNCEF, PETROS, PREVI, POSTALIS, INFRAPREV, BANESPREV e FIPECQ). 

A Fenasps e seus sindicatos filiados esperam que, se comprovada a fraude, mediante procedimentos que respeitem o devido processo legal, o mesmo seja igualmente responsabilizado de forma exemplar.

 Os servidores públicos exigem respeito! Nós honramos a profissão que garante atendimento a milhões de brasileiros e brasileiras todos os dias. 

Paulo Guedes, se não tem argumento para defender esta reforma que ataca a classe trabalhadora, então CALE-SE!

Fonte: Fenasps

Comments fornecido por CComment