Família não tinha informações sobre o paradeiro de João Pedro desde quando foi levado no helicóptero da polícia. Hoje, descobriram sua morte

Um menino de 14 anos morreu após ter sido baleado pela polícia no quintal da casa onde morava, em São Gonçalo (RJ), nesta segunda-feira 18. João Pedro Mattos Pinto foi atingido após “seguranças dos traficantes”, segundo descreveu a Polícia Civil, pularem o muro de sua casa ao fugirem da polícia. Depois de baleado, o jovem foi socorrido pela polícia – que não prestou explicações à família, segundo relatos das redes sociais. 

“Gente, pelo amor de Deus, me ajudem! […] Em uma operação da polícia, os traficantes entraram em casa e os polícias saíram atirando e atingiu ele na barriga”, escreveu o primo de João Pedro em um apelo.

A família tentou encontrá-lo nos hospitais, no IML (Instituto Médico Legal) e em delegacias da região, mas não obteve assistência e nem respostas. Na manhã desta terça-feira 19, foi confirmado que João Pedro estava morto e que seu corpo estava no IML de São Gonçalo.

Em nota, a Polícia Civil afirma que foi instaurado um inquérito para investigar a morte do adolescente na Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI). Segundo a corporação, a operação ocorria em conjunto com a Polícia Federal com o apoio da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) e visava “cumprir dois mandados de busca e apreensão contra lideranças de uma facção criminosa.”

“O jovem foi ferido e socorrido de helicóptero. Médicos do Corpo de Bombeiros prestaram atendimento, mas ele não resistiu aos ferimentos. O corpo foi encaminhado para o IML de São Gonçalo.”, diz a nota da Polícia Civil.

Ainda segundo a corporação, foi realizada uma perícia no local e duas testemunhas prestaram depoimento. “Os policiais foram ouvidos e as armas apreendidas para confronto balístico. Outras diligências estão sendo realizadas para esclarecer as circunstâncias do fato.”, informaram, além de dizerem que, no local, foram apreendidas duas pistolas e uma granada.

Nas redes, o primo, que mobilizou um movimento virtual para ter notícias de João Pedro, publicou que ele “não volta mais”: “Que Jesus te receba de braços abertos meu campeão.”, escreveu.

 Ver imagem no Twitter
(FOTO: REPRODUÇÃO/TWITTER)
 
 
 

Comments fornecido por CComment