Dados do Ministério da Economia, de abril de 2021, apontam que em mais de 30 órgãos públicos o número de servidores(as) trabalhando é menor que o de vagas disponíveis.

Dentre esses órgãos, a situação de esvaziamento mais grave é no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), autarquia na qual há 20,3 mil servidores(as) em atividade, de um total de 42,4 mil vagas aprovadas, representando 22,1 mil postos sem preenchimento. As informações são do portal Metrópoles.

Na luta por concurso

Em uma luta que já dura mais de 36 anos, a Fenasps luta sem tréguas pela realização de concurso público para reposição do quadro de servidores(as) do INSS. Hoje, seria necessária a contratação de ao menos 24 mil novos trabalhadores(as) para o bom funcionamento da autarquia.

Em janeiro de 2020, a federação ingressou com ação popular na Justiça Federal para impedir a contratação de militares aposentados e pela realização de concurso. E, atendendo requerimento da FENASPS, o Ministério Público Federal (MPF) entrou com ação pela realização de concurso público.

Esta é uma luta que a Fenasps jamais se furtará em travar! A demanda por concurso público constou em todas as pautas de reivindicações apresentadas ao governo desde a década de 1980.

Infelizmente, o atual presidente do INSS foi o único que não defendeu concurso público. Resultado: mais de 1,8 milhões de processos aguardando análise na fila virtual. Uma tragédia anunciada!

Concurso público para o INSS, já!

Fonte: Fenasps

Comments fornecido por CComment