Foi importante a mobilização da base da Federação composta por militantes de vários estados, em luta desde 2019, e nas últimas semanas todos os dias em que a PEC 32 esteve pautada para votação, com atos realizados nos dias 16/09, 21/09, 22/09 e 23/09 na câmara Federal.

Para que a PEC 32 seja aprovada, serão necessários 308 votos, três quintos do total de parlamentares da Câmara. Na reuniões da Comissão Especial (CE), dezenas de parlamentares deram declarações avaliando que o governo ainda não tem esses votos, e muitos deputados da base declararam que não votarão nesse texto apresentado e, desta vez, os partidos não poderão trocar os parlamentares como o golpe que deram no dia 23 de Setembro.

Entretanto, da mesma forma que ocorreu na CE, o governo pode manobrar para influenciar no placar das votações no Congresso.

O 'centrão', conhecido por ser composto de deputados corruptos foi comprado pelos bilhões que o governo distribuiu. Por isso, será fundamental manter pressão total sobre todos os(as) deputados(as)!

Cada servidor/as, em todas as cidades do país, precisa entrar na campanha #QuemVotarNãoVolta, juntando as forças necessárias para derrotar a PEC 32 no Plenário da Câmara.

As Entidades do FONASEFE e a FENASPS convocam o conjunto dos sindicatos filiados para que intensifique a mobilização da categoria, enviando representantes a Brasília para estarem na semana de 28 e na primeira quinzena de outubro, quando está prevista a apreciação e votação da PEC 32 no Plenário da Câmara. Precisamos derrotar este projeto de destruição do Serviço Público, que escancara as portas para a corrupção!

Quem não puder vir para Brasília, deve pressionar com atividades na base dos deputados, organizando manifestações nos municípios. Você pode ainda pressionar os parlamentares comentando e deixando 'dislikes' nas suas páginas nas redes sociais. Esta luta que precisa do apoio de todos(as)!

Fonte: Fenasps

Comments fornecido por CComment